Sabe a guia que você deixou de emitir, o imposto de baixo valor que acabou não pagando? Bom, o valor pode até ser pequeno, mas se você, empresário, não prestar atenção na sua contabilidade, o problema é enorme. “Contabilidade? Ainda sou jovem e não ganho dinheiro. Não preciso de contador.”

Lamento informá-lo, mas quando você pensa assim, já começa a se enganar. É que ter uma contabilidade saudável é pré-requisito para qualquer empreendedor, não importa o tamanho da sua empresa. “Seja sua empresa faturando ou não, desde o momento em que nasce você já está obrigado à Receita Federal. A receita não vai além da imaginação de ninguém”, disse Mauro Fontes, fundador e CEO da Contabilivre. A empresa, uma das maiores online plataformas de contabilidade no país, lançada em 2015 e hoje atende mais de 3.000 empreendedores.

Erros que Custam caros

Ele explicou que o empresário, principalmente do Simples Nacional, acredita que sua obrigação tributária só surgirá quando a empresa começar a dar lucro. Esse erro pode custar caro: quando o empreendedor percebe, já está endividado.​​​ E esse guia de baixo valor, mais os juros acumulados, vai virar uma bola de neve e começar a prejudicar a receita ainda pequena da empresa. Aqueles que pertencem ao Simples Nacional podem até ser excluídos do regime se não cumprirem alguma obrigação. Quando isso acontecer, o empresário só poderá retornar ao Simples no ano seguinte. “Por exemplo, se você for excluído em janeiro, ficará afastado por um ano, o que é muito caro para quem tem baixa renda porque os impostos mais que dobraram”, explicou Fontes. As questões podem transcender as barreiras das pessoas jurídicas. Hoje, a Receita Federal pode enviar o CPF do proprietário da empresa à Serasa ou ao SPC em caso de protesto.

E AGORA?

Você concorda com essas situações? Então deve haver muita coisa acontecendo na sua cabeça agora. Mas calma, existe um jeito. O primeiro passo é respirar e entender o tamanho da sua empresa e as obrigações que você tem que cumprir. A maior questão para os empreendedores que estão crescendo e mudando os sistemas tributários é exatamente quanto imposto eles têm que pagar e como faturar. Foi nesse momento que a relação com a contabilidade mudou. “Nessa transição, o empresário terá que repassar mais informações e criar rotinas para cumprir prazos que antes não tinha”, disse Fontes.

Digital X Tradicional

Quem está crescendo, principalmente das condições de MEI (Micro-Empreendedor Individual) para as condições de ME (Micro-Empresa), tem que decidir de que forma abordará a contabilidade de sua empresa: contabilidade tradicional ou plataformas digitais. A decisão vai depender das características e tamanho do seu negócio, pois contadores tradicionais e contadores digitais possuem características de atuação diferentes. Explicamos cada um deles.

Rotina

os contadores tradicionais não têm acesso a plataformas inteligentes e usam muito papel. A saúde e a eficácia da relação contador-empreendedor dependerão de como ambos são organizados. Normalmente, os empresários entregam toda a organização contábil da empresa aos contadores. Mas ele precisa fornecer profissionais de documentação ao longo do mês.

Tempo

A otimização do tempo é uma das principais diferenças entre a contabilidade tradicional e as plataformas de contabilidade digital. Se um contador tradicional fosse metódico, ele organizaria a papelada, mas o vai-e-vem de anexos em e-mails certamente custará ao empresário muito tempo e burocracia. Esse tempo é precioso para qualquer empreendedor, podendo chegar a cinco dias por mês! Nas plataformas digitais, funciona de forma diferente. Na Contabilivre, por exemplo, os empresários enviam apenas um documento, retirado do site da prefeitura onde está localizada a empresa. “Esse arquivo conterá todas as informações necessárias para que nosso sistema leia e organize”, disse Fontes. “Nossa plataforma é flexível, rápida e muito instrutiva; com isso, os empreendedores só precisam gastar meia hora por mês na contabilidade.”

Organização

Outra diferença entre o digital e o tradicional é a organização. Em plataformas digitais como a Contabilivre, você terá tudo em um só lugar. “Como a plataforma é amigável e intuitiva, os empreendedores podem economizar tempo e podem consultar e usar toda a plataforma em seus celulares”, disse o especialista. Além disso, além dos lembretes de pagamento, há um histórico e registro de todas as informações trocadas, e o empreendedor pode resolver todos os problemas sem falar com ninguém. Para os contadores tradicionais, tudo depende da organização do profissional e das conexões feitas. O maior problema geralmente é que as informações não estão em um só lugar como as plataformas de contabilidade online.

Support

Comparecimento Como todos sabemos, um dos maiores problemas da contabilidade tradicional é o atendimento. Como eles gerenciam muitos clientes ao mesmo tempo, às vezes pode demorar um pouco para atender às necessidades mais urgentes. Nas plataformas de contabilidade online, os serviços tornaram-se mais ágeis. Os empreendedores podem resolver intuitivamente toda a vida contábil de uma empresa. Mas startups como a Contabilivre também oferecem um toque humano se o empreendedor precisar. “O atendimento pessoal acontece quando o problema não é resolvido em dois ou três emails”, explica Fontes. “Apesar de toda a tecnologia, o empresário precisa saber que quando está com dor, pode conversar com alguém.”

Personalização

A plataforma em breve trará mais recursos. Este ano, a Contabilivre lançará um programa VIP para clientes que desejam atendimento exclusivo. Esta consulta envolve análise de fluxo de caixa e análise financeira – ideal para quem está disposto a crescer. Outra novidade será a criação de um programa de fidelidade, que deve ser lançado em 2019. Os clientes serão recompensados ​​pelo pagamento pontual dos serviços, entrega pontual dos documentos e tempo desde a adesão à plataforma. “É como um programa de milhagem. Ele poderá converter esses pontos em descontos em nossos serviços”, cita Fontes como exemplo.

Custo

Esta é a principal diferença entre contadores digitais e contadores tradicionais. Como o contador tradicional tem limitações de serviço, os honorários que ele acaba cobrando podem representar uma parcela significativa da conta do microempreendedor. Esse valor dificilmente é inferior a 300 reais por mês. Muitas vezes, até salários mínimos são cobrados. No caso das plataformas de contabilidade online, as relações mais dinâmicas e automatizadas, os custos caem bastante. Os planos da Contabilivre começam em R$ 89,90 por mês.

Contabilidade de Saúdavel

Como muitos mercados, a contabilidade segue a era digital, onde o dia a dia do trabalho, serviços, organização, tempo e principalmente custo, estão cada vez mais próximos do que cada empresa realmente é. “Sempre é possível oferecer serviços mais rápidos, baratos e inteligentes. Cada vez mais pequenos empreendedores pagam o preço certo pelo que precisam”, disse Fontes. “O que não pode ser mudado é o foco dos empresários em sua saúde contábil”, disse. Não depende do caminho que ele escolher para tomar esse tipo de cuidado. Para facilitar a contabilidade do seu negócio e ajudá-lo a economizar tempo e dinheiro, a Contabilivre pode ser a solução ideal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.